domingo, 6 de setembro de 2009

CONTRA A LAIA FASCISTA

Aqui no Brasil a laia fascista é representada em sua maioria pelos Carecas do Brasil (CB), um movimento que diz não ser nazista (não defendem como pressuposto a supremacia racial) mas que defendem o fascismo ou o integralismo. Já os nazistas White Power's são uma minoria insignificante no Brasil, mas mesmo assim costumam fazer suas "brincadeirinhas" pelo Sul do país, atacando a judeus, negros e homossexuais.
Os Carecas do Brasil pregam a perseguição aos comunistas, anarquistas, skins antifascistas/SHARP/RASH,punks, homossexuais e o que eles chamam de "antipátrias" e "seres degenerados", são conservadores, xenófobos e extremamente sexistas. Também pregam abertamente que drogados devem ser mortos sem piedade. Alguns são integralistas declarados, outros são integralistas "envergonhados". O fato é que todos eles são totalmente anti-comunistas e contra toda e qualquer livre associação operária/popular. Os CB's já fizeram muitas ações violentas pelo país, espancando punks, militantes comunistas e homossexuais. Teve ampla repercussão na mídia o assassinato de Edson Néris (domador de cães), por ser homossexual foi surrado até a morte por esses boneheads paulistas no início do ano 2000.
Sobre o "não-racismo" dessa gangue fascista há fatos curiosos que devem ser estudados. Por exemplo, para se diferenciar dos WP's, esses senhores promoviam um festival em São Paulo chamado R.A.R. (Rock Contra o Racismo), o fato curioso é que um festival com o mesmo nome foi realizado pela primeira vez na Inglaterra em 1979 por bandas COMUNISTAS e antifascistas (punks e skinheads) em contraposição aos nazis. O movimento RAR organizou várias festas por toda Londres. Em resposta, em 1980 a extrema-direita respondeu com o R.A.C. (Rock Contra o Comunismo), um festival racista apoiado pela National Front e que teve como principal organizador o líder da banda "Skrewdriver", Ian Stuart. Entre as bandas que estavam em torno do R.A.R. destacavam-se, entre outras, The Redskins, Angelic Upstarts, Sham 69, Subhumans, Red London, Crass etc., ou seja, grupos que estavam de uma certa forma comprometidos com a esquerda. O interessante (e cômico também) é que os Carecas do Brasil promovem um festival com o mesmo nome (R.A.R.) mas gritando em pleno show: "MORTE AOS COMUNISTAS, VIVA O R.A.C.!".
Não é novidade a ninguém que os CB's defendem o RAC (já que são anticomunistas), isto é evidente, sobretudo em seus cartazes do "Dezembro Oi!" na qual todos eles vêm seguidos com as palavras: "Rock Contra o Comunismo!". Vale citar também algumas bandas e músicas que nos chamam a atenção:
"Ataque 32 - Fora punk's" (conhecida banda CB de tendência fascista, o Ataque 32 são contrários à união de punks e skins, ou seja, são contrários ao Oi!).
"Comando Blindado - Judeu bom é judeu morto!" (anti-semitismo explícito, posto que não se referem aqui à ideologia racista de Israel, o sionismo, mas à etnia judaica."Volta à CCC!" (CCC = Comando de Caça aos Comunistas, orgão oficial de repressão da ditadura militar contra a militância de esquerda).Era uma banda careca do Brasil e hoje é ASSUMIDAMENTE NAZI!
(Esta banda vale ressaltar que já foi careca do Brasil e hoje em dia é uma banda neo-nazi declarada.)
Analisando esses fatos, podemos conscientemente chegar a conclusão de que os CB's são influenciados por bandas inglesas como o "Condemned 84" e "Section 5". O mais curioso é que em uma entrevista dada ao "Skinhead Crew" a notória banda careca "Ataque 64" (clara apologia ao golpe militar de 64), afirmou com toda a sobriedade que duas das bandas que mais adora e que o influenciou musicalmente foram o Condemned 84 e (pasmem!) o SKREWDRIVER!!!
Pesquise em comunidades do orkut "R.A.C" e o que não vai faltar lá é careca no mesmo lugar que nazi,com links pra bandas nazi.E o mais engraçado disso é a onda "anti-antifa" que esta surgindo motivada pelos nazis,que tem muitos seguidores Carecas do Brasil,é só olhar nas páginas pessoais deles e discursos em seus sites,imagine só,um Careca do Brasil contrário a quem é anti-nazista e anti-fascista,entendeu porque carecas e nazis são farinha do mesmo saco?
Enfim, o que queremos mostrar com tudo isso? Simples, que apesar da fachada "antiracista" dos Carecas do Brasil o que vemos é uma outra realidade: um racismo "envergonhado" por parte de alguns de seus integrantes (geralmente brancos). Talvez seja por isso que alguns CB's geralmente se tornam White Power's.
O fato é que esses bastardos vêm deturpando o movimento Oi! (movimento que prega a união de punks e skinheads antifascistas) desde 1980, quando chegava em território brasileiro, fundando essa degeneração fascista chamada "Carecas do Brasil". Infelizmente muitos acreditam que este é o movimento skinhead, e com a ajuda da imprensa burguesa não fica muito difícil de alimentar esta mentira.Mas o joio já esta sendo separado do trigo,eles sabem,que de Oi! eles não tem absolutamente nada,e que esta farsa não vai durar muito tempo,daqui a uns dias vocês verão bandas carecas não mas gritando Oi!,e sim se declarando RAC.
Resumindo, Carecas do Brasil, White Power's (e até mesmo os fascistas disfarçados de "apolíticos"!), são todos farinha do mesmo saco, representam a mesma escória fascista. O que muda é a capa, o conteúdo continua o mesmo. Os verdadeiros skinheads não tem ligação com o fascismo ou racismo e seus malditos preconceitos, pois combatemos toda forma de discriminação , homofobia, xenofobia, machismo, sexismo, racismo e lutamos pela mais completa liberdade que só sera possível em um sociedade sem estado e sem classes.

2 comentários:

x. k є є l. z.i.t.α.α.h .x disse...

Ao menos uma coisa nesse blog faz sentido!

Alx |-|/-\RD disse...

SHARP, nao estou de nenhum lado, mas vocês tambem só mudam de visual, ou seja nao pode copiar o estilo de vida dos outros, nao concorda?